18.8.13

Projeto experimental Zappiens

Disponibilizado em Fevereiro de 2010, o Zappiens.br é um projeto experimental criado para ser um serviço gratuito de agregação e distribuição de conteúdo audiovisual científico, educativo, artístico e cultural em língua portuguesa da Comissão de Trabalhos de Conteúdos Digitais (CT-Conteúdos) do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). A plataforma reúne as iniciativas de diversas instituições que desejem disponibilizar conteúdos relevantes para a sociedade brasileira na Internet, seja ao utilizar o serviço como repositório ou como mecanismo de busca.

Criado em parceria com o Arquivo Nacional, a Universidade de São Paulo (USP), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), de Portugal, que mantém desde 2008 o Zappiens.pt, a iniciativa implementa repositórios de vídeos para uso público, tanto para pesquisa como para o ensino em geral.

Na busca por "curso", a resposta foi de 2,155 resultados.

http://zappiens.br/

8.8.13

Projetos

Atualização/Zap Músicos: Agradecemos ao ponto atendimento à ética profissional, na pronta retirada do anúncio pedindo patrocínio a um projeto de autoria da Literart.
Amigos, a imagem está no Facebook e no Tumblr da organização
Como eu disse à Zap Músicos (http://www.zapmusico.com.br/), é tão raro presenciarmos a Ética neste país, que até me surpreendi com a atitude. Vamos dar apoio ao trabalho do site, artistas. O Brasil está precisando muito de profissionalismo, vocês da música sabem disso.
Vejam a imagem do e-mail em http://movimentoculturaldobrasil.tumblr.com/


Desde 2006, a Literart contribuiu e colaborou com muitos artistas e produtores, das mais diversas áreas. Muitos deram início à carreira ou melhoraram os resultados, o que muito nos orgulha. Porém, sempre tem uma ou outra figura...

Em 2010 elaboramos release, apresentamos dicas artísticas, colaboramos na letra de duas músicas, ajudamos na produção do cd e desenvolvemos um projeto com três produtos culturais para um determinado cantor. A elaboração de projetos, por envolver conhecimento específico, tem cobrança. Os recursos obtidos são destinados a cobrir custos de manutenção de websites, custo de contador, cartório, deslocamento, despesas pequenas, entre outras. Os valores foram publicados neste blog.

Projeto desenvolvido, fomos buscar patrocínio, ação em que obtivemos sucesso. Em 2011, logo após a assinatura do Termo de Compromisso do patrocínio ao projeto, o cantor, repentinamente, disse que não queria mais o projeto porque não queria saber de projetos culturais. O cantor não pagou pelo serviço de elaboração do projeto, não paga os devidos direitos autorais e infringe os direitos morais.

Agora, recebemos mensagem de um grupo de produção, avisando que o tal cantor pegou o mesmo projeto, fez algumas modificações e tenta patrocínio para o projeto como se fosse dele, em anúncio publicado no Zap Músicos e em páginas hospedadas no Webnode.

Agradecemos aos alertas da cadeia produtiva do estado do Rio de Janeiro. Estamos acompanhando o desenrolar do tal projeto para podermos agir no momento preciso, a fim de impedir esta afronta à ética e aos direitos autorais.

Corpo diretor
Literart



Publicando no conteúdo a resposta à dúvida apresentada pelo nosso amigo Renan, que consideramos apropriada ao post

O correto seria entrar em contato com a responsável do projeto original, verificar as pendências, acertá-las e solicitar a autorização de uso do projeto. Caso fosse aceita, a autorização seguiria ao solicitante em papel timbrado da LITERART, com assinatura da representante firmada em cartório. A produção solicitante deveria, então, providenciar a imagem da autorização e publicá-la junto ao projeto, mostrando que a produção preocupou-se com a proteção à imagem dos patrocinadores, comprovando que buscou os caminhos apropriados à sua realização, sem o perigo de ver-se paralisado repentinamente por qualquer afronta à lei, o que com certeza traz enormes prejuízos a qualquer projeto e aos envolvidos.


Amigos, o patrocinador tem que ser totalmente protegido. Estamos lidando com imagem de empresas, com o marketing cultural, com logomarcas... É de inteira responsabilidade da produção, cuidar e providenciar para que nada possa vir a ocorrer no projeto - É um dos princípios fundamentais. Todo produtor que se preza sabe disso.

Saudações culturais

3.8.13

Qualificação como OSCIP da Literart

Amigos,

Desde que a diretoria assumiu, foi dado início às ações e atividades para colocar a casa em ordem. Muito trabalho nos deu (burocracia, informações desencontradas entre os órgãos do poder público etc.) e muito custo (cada passo, um imposto e uma multa).

Somos uma organização sem fins lucrativos (mesmo), sem remuneração aos diretores (mesmo), sem preocupação com o lucro, com caixa dois, com as práticas habitualmente adotadas por outras pessoas jurídicas. Igualmente, também não aceitamos 'apoio político' para não sermos envolvidos como laranja, favorecimento político, apadrinhamento por baixo dos panos, entre outras situações que todos os brasileiros estão cansados de saber que existem mas que só o poder público não vê, não sabe, não conhece. Prezamos pela ética, acima de qualquer 'pratica'.

Com Estatuto registrado no RCPJ-RJ, assumindo as características esclarecidas acima e seguindo ao pé da linha o que diz a Lei 9.790 (lei das OSCIPs), fomos informados pelo Ministério da Justiça que não podemos ter nossa qualificação concedida porque não temos 'caixa'. Em outras palavras, para atuar como 'sem fins lucrativos' neste país, é preciso comprovar receita (lucro). O agravo vem do fato que, apesar de termos lido toda legislação referente à solicitação e à qualificação, em nenhum momento vimos sequer uma mínima exigência de receita. recebemos como 'sugestão' transformar o corpo diretor 'com remuneração' (??? Pasmem, é sério! Enviaremos o e-mail a qualquer pessoa que entrar em contato solicitando).

Não. Voluntariado, dedicação, amor, trabalho exercido por prazer pessoal para ver um Brasil melhor não tem espaço neste país.

Tudo funciona (somos vítimos desse 'processo') pelo favorecimento político, pelo QI, pela propina, pelo comércio e pelo lucro em dinheiro.

Sem condições de apresentar um 'caixa positivo', ou comprovar 'receita' e, por este motivo, impedidos de sermos qualificados como 'organização da sociedade civil de interesse público', não vemos outra opção a não ser paralisar as atuações e ações.

Assim como grande parte da população, igualmente vemos essa situação como algo absurdo mas é assim que 'funciona'.

Nossos maiores agradecimentos aos parceiros, aliados, amigos e a todos que até então, testemunharam e colocaram fé no nosso trabalho.

Até uma próxima, numa outra dimensão, num outro Brasil.

Corpo Diretor
Liter&Art Brasil


Amigos, agradecemos por todo apoio recebido, de todas as partes do Brasil.
Recebemos orientação para solicitar a qualificação, juntando um ofício ao pedido, para que o Ministério da Justiça informe a lei e o artigo que gerou a negação à solicitação.
Também será adicionado uma declaração, relacionando todos os artigos da legislação brasileira sobre pessoas jurídicas, complementando com o artigo do Estatuto Social da organização que atende ao exigido pela lei.
Assim o faremos e assim que tivermos notícias, informaremos a todos.

Corpo Diretor
Liter&Art Brasil



3.6.13

XV ENCONTRO INTERNACIONAL DE DANÇA, MUSICA e TEATRO

13 a 16 de Junho de 2013

XV ENCONTRO INTERNACIONAL DE DANÇA, MUSICA e TEATRO

BARRA BONITA, 13 a 16 de Junho de 2013

Informações:  alldanceinfok.com

18.4.13

Firjan/Senai com inscrições abertas para cursos #grátis (RJ)

Os cursos são de qualificação para o mercado cultural. Confira abaixo:


Image Hosting

http://upload.crazzy.com.br/show-image.php?id=eae313cab5e16ebe880f434f77e675e0

25.3.13

14.3.13

Garagem Gamboa - Orquestra Radio Swing com participação especial de Silvia Machete (RJ)

A abertura será às 22h, com a cantora Gabi Temponi.

Sexta-feira, 15 de Março, às 22:30h

Ingressos
- R$ 5,00 (moradores da zona portuárias com comprovante de residência).
- R$10,00 (meia e lista amiga: nomes até as 20h de quinta, na página do evento ou pro email: mariabraga3@mac.com).
- R$20,00 (inteira).

Garagem Gamboa
Rua da Gamboa, 277/279 – Santo Cristo

Nos vemos por lá.

Saudações culturais

3.3.13

Todo 2º domingo do mês tem a Feira das Yabás, em Oswaldo Cruz (zona norte do Rio de Janeiro)

O evento conta com barracas de comidas de origem africana, como bobó de camarão, tripa lombeira e feijoada, além de roda de samba.

Na Praça Paulo Portela, a feira se instala todo segundo domingo do mês. São montadas 16 barracas, cada uma com um prato diferente. Carinhosamente chamadas de “barraqueiras”, as mulheres preparam ali pratos que parecem feitos especialmente para acompanhar as tradicionais rodas que atraem bambas do samba, como Monarco e Tereza Cristina, sem falar no diversificado público de turistas e cariocas. A primeira edição da Feira das Yabás aconteceu em 2009, por iniciativa de Marquinhos de Oswaldo Cruz, que depois de recriar o Trem do Samba e a Feijoada da Portela, resolveu cantar seus sambas na quadra da Portelinha, regado a macarrão com carne assada. Nascia, assim, a primeira edição da Feira, que hoje reúne milhares de visitantes.

Na barraca da Tia Surica tem mocotó e aipim com carne-seca. Na barraca da Dona Neném, rabada com batata, angu e bolinho de abóbora recheado com carne-seca. Neide Santana serve feijoada de camarão, angu à baiana e feijão amigo. Na barraca da Jane Carla é vendido cozido de peixe e frutos do mar; a barraqueira Romana vai de jabá e caldinhos de mocotó, feijão e ervilha; bobó de camarão é o prato da Jussara; Selma Candeia (filha do sambista Candeia) oferece abóbora com carne seca; já a combinação de peixe frito, molho de camarão, pirão e arroz é responsabilidade da Tia Nira; Tia Edith apresenta macarrão com carne assada; Vera Caju mostra o seu cozido, camarão frito e caldo de abóbora; Rose serve a deliciosa galinha com quiabo, e Jane Pereira(viúva de Luiz Carlos da Vila)  mostra o jiló frito, além de caldos e canjas. Rosângela Maria leva a tripa lombeira e bolinho de bacalhau pra Feira; Marlene apresenta roupa velha e feijoada; Tia Natércia e Sueli vão de vaca atolada, bolo de aipim e carne com aipim. Para arrematar, a barraqueira Vera de Jesus prepara doces deliciosos.

Para ajudar a compor a grande roda de samba, a cada edição da Feira das Yabás Marquinhos de Oswaldo Cruz conta com um convidado especial. Já passaram pelo bairro de Oswaldo Cruz nomes como, Dona Ivone Lara, Leandro Sapucahy, Almir Guineto e Jongo da Serrinha, entre outros.

Áfricas

1.3.13

Parabéns, Cidade Maravilhosa!

Feliz aniversário, meu Rio!
Faço votos para que o carinho dos cariocas seja um contínio progresso para contigo e que o calor da nossa identidade aqueça a boa vontade de nossos representantes.



25.1.13

Thalita Viana, Ouvidoria MinC

Oi, Thalita!

Em relaçao à mensagem de código 49454, agradecemos o esforço e a compreensão.


Ass.:
Movimento Cultural de Literatura e Arte do Brasil;
Equipe do projeto

5.1.13

Inscrições até dia 15/01

O curso de dupla capacitação, em projetos culturais e em captação de recursos, está com inscrições abertas até dia 15/01.

O curso

Dias: 22 e 23 de janeiro de 2013
Horário: 09:30h às 18:00h
Horário de almoço (livre): 12:30h às 13:30h
Local: Clube Ríver da Abolição
Rua João Pinheiro, 426 (zona norte do Rio de Janeiro, a 5 minutos do Norte Shopping).
Valor: R$ 520,00 em 2x

Descontos de 15% (R$ 442,00)
- Associados adimplentes da Liter & Art Brasil, Leitores cariocas dos blogues Jornal Falando de Dança e Semana de Dança de Salão do Estado do Rio de Janeiro
    http://jornalfalandodedanca.blogspot.com.br/
    http://semanadsrj.blogspot.com.br/

Material didático: CD, apostila, caneta.
Emitimos Certificado de Conclusão (75% de aproveitamento) e Recibo.
Conteúdo do Curso - Ficha de Inscrição

Vídeo do curso: http://www.youtube.com/watch?v=Cxw0OwZB1ZM&feature=player_embedded

Aos que puderem encaminhar aos amigos, ficaremos muito agradecidos.

Saudações culturais

27.12.12

Para você ganhar belíssimo Ano Novo

Feliz Ano Novo a todos!

Receita de Ano Novo
Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

20.12.12

Férias

A Literart entrou de férias no dia 10/12 e permaneceu até hoje, dando atenção às últimas pendências.
Como habitualmente acontece, os meses de janeiro a março são exclusivos para dar atendimento à administração e planejamento da LITERART e de parceiros.

No retorno, passaremos a utilizar somente o Wordpress, no link: http://litereartbrasil.wordpress.com/, que permite a participação de mais membros na atualização de conteúdo.

Agradecemos às novas amizades, aos comentários, as parcerias e pela motivação que exerceram sobre a Literart.

Bom Natal e um Próspero Ano Novo!

Bom Natal!



19.12.12

Fibras e Tramas de Barreirinhas

Convite para o evento "Fibras e Tramas de Barreirinhas".

Local: Rua do Catete, 179, Catete

Realização
Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/Iphan/Minc
Rua do Catete, 179 - Rio de Janeiro - RJ
Setor de Difusão Cultural
(21) 2285-0441, ramais 204, 205 e 206
difusão.folclore@iphan.gov.br

Image Hosting

Visite www.cnfcp.gov.br e conheça a instituição

17.12.12

E será Natal para sempre

Organiza o Natal
Carlos Drummond de Andrade

“Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso.

A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.”

14.12.12

Festival Três Rios Criativa

Festival Três Rios Criativa reúne especialistas, gestores públicos e sociedade civil durante dois dias

Locais e dias:
 -15/12  às 19h – Praça São Sebastião – Centro, Três Rios – RJ.
-16/12  às 14h – CAER – Clube Atlético Entre Rios. Rua Duque de Caxias – Centro, Três Rios – RJ.

Transformando a cultura e a criatividade de Três Rios em oportunidades de negócios

Você sabia que é possível transformar seu talento, seus sonhos e sua criatividade em fonte de sustento para você e sua família? Isso que dizer que, com as suas boas ideias e até mesmo seus hobbys, você pode trabalhar brincando! A esse conceito tão inovador dá-se o nome de Economia Criativa. Ela existe, é real e existem milhares de exemplos não só no Brasil, mas ao redor do mundo.

Venha participar do Festival Três Rios Criativa que acontece nos dias 15 e 16 de dezembro. Você vai aprender o que é este conceito tão inovador, trocar experiências e ouvir exemplos de pessoas que tiveram sucesso em sua área de atuação. Participando do Festival, além de assistir às palestras, você poderá despertar sua criatividade e colocá-la em prática em workshops e oficinas. E também vai ver que existem formas de se ganhar dinheiro que podem ser muito mais divertidas, basta saber como.

Ferramentas como „crowdfunding‟, palavra que parece estranha a princípio, são de grande ajuda para conseguir recursos e realizar seus projetos e futuros negócios, já sendo o principal “patrocínio” para uma infinidade de atividades. Empreendedores criativos ao redor do mundo lançam mão dessa ferramenta para produzir um show, um filme e até mesmo um novo negócio. Não é tão difícil como parece transformar boas ideias em dinheiro quando aprendemos a vê-las com outros olhos. A partir do momento que nos tornamos cientes que “Ideias têm valor”, elas viram fonte de tesouro inestimável. É preciso apenas conhecer os mecanismos que podem viabilizá-las.

A Economia Criativa faz bem para o seu bolso e faz bem também para a sua alma. Quando se trabalha como o que se gosta, a vida ganha outro sabor, muito mais satisfatório e alegre. Em dois dias cheios de inspiração, conhecimento e oportunidades, você poderá participar gratuitamente de workshops, trocar ideias no mercado criativo e assistir ao show com a banda carioca Letuce.

O Festival Três Rios Criativa vai mostrar a todos os interessados como profissionalizar o seu talento, transformar suas ideias em fonte de renda e alavancar seu Negócio se utilizando de recursos inteligentes e criativos. O seu talento vale ouro!

Facebook Festival Três Rios

Programação

Data: Sábado, 15/12

Local: PRAÇA | 19:00
End: Praça São Sebastião - Centro Três Rios
Abertura do Evento
Prefeito Vinicius Farah

19:00 - Mesa de Debate
- A economia criativa de Três Rios: Marcos Pinho, Secretário de Cultura de Três Rios
- Economia Criativa, Cultura e Redes Criativas: Lala Deheinzelin, CEO da Enthusiasmo
Cultural. Criadora do Movimento internacional Crie Futuros, autora do livro "Desejável Mundo
Novo", especialista em Economia Criativa, Sustentabilidade e Futuros
- Rio Criativo: Marcos André, Superintendente de Cultura e Sociedade da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro.
Jornalista, produtor cultural, pesquisador e consultor. Atualmente, é Superintendente de Cultura e Sociedade da Secretaria de Estado de Cultura - RJ, setor responsável pelo Rio Criativo.
- Plano Brasil Criativo: Claudia Leitão, Secretária de Economia Criativa do Ministério da Cultura
20:00 - Debate com o público
20:30 - Lançamento do livro "Desejável Mundo Novo", de Lala Deheinzelin.
21:00- Show da banda Letuce
Letícia é atriz e rockeira-bluseira-bacante. Lucas é guitarrista e maestro e investigador inquieto.
Os dois, cara metades, se somam a comparsas de altíssimo nível para um desfile de cançõesjóias diversas.

Data: Domingo – 16/12
Local: CAER - Clube Atlético Entre Rios| 14H
Rua Duque de Caxias
Centro – Três Rios

Mesa de debate
14:00 Ferramentas para negócios criativos e ações de economia criativa do SEBRAE - Heliana Marinho, Gerente de Economia Criativa do SEBRAE-RJ.
14:20 Crowdfunding: Novos modelos de financiamento para projetos culturais – Bruno Beauchamps, CEO do site Sibite.
Formado em cinema e produtor da Camena Filmes, Bruno trabalha no mercado cinematográfico e dentro da distribuição do cinema brasileiro desde de 1999. Hoje, comanda a rede de investimento coletivo, que trabalha com o sistema de negócio 'crossfunding'.
14:35 Música: Novos modelos de financiamento – Bernardo Palmeira, diretor Artístico selo Bolacha. Músico, Produtor Musical. 10 anos de experiência no mercado fonográfico.
Trabalhou no Depto Artístico da Sony Music e também como Gerente Internacional da Universal Music. É sócio-fundador da Bolacha Entretenimento, escritório de inovações em processos na cadeia criativa musical que tem como um dos destaques a plataforma de investimento colaborativo Embolacha.
14:50 Animação: Mercado e oportunidades de negócios - Cesar Coelho, Diretor de Animação e Diretor/Fundador do Festival Anima Mundi.
Cesar Coelho é diretor de animação e diretor/fundador de Anima Mundi, Festival Internacional de Animação do Brasil. Foi diretor de animação das duas temporadas da minissérie “Hoje é Dia de Maria” e “Afinal o que querem as mulheres”, dirigiu a abertura da minissérie “Divã” e codirigiu a abertura da novela “Cordel Encantado”. É um dos quatro diretores de ANIMA MUNDI – Festival Internacional de Cinema de Animação do Brasil.
15:10 Empreendedorismo cultural e economia da noite - Leo Feijó, Diretor da Multimeios Experiências / Casa da Matriz.
Leo Feijó é empreededor cultural há 12 anos. Foi responsável pela criação de 10 espaços culturais no Rio, como o Teatro Odisseia, Cinematheque e Casa da Matriz. Gerenciou a Incubadora Rio Criativo, é consultor do Instituto Gênesis da PUC-Rio e idealizou o Prêmio Noite Rio.
15:25 Dança: Possibilidades na economia criativa - Regina Miranda- Diretora Cidade Criativa/ Transformações Culturais
Coreógrafa e gestora cultural. Idealizadora do "Rio Cidade Criativa 2010 - 2020", projeto responsável pelo Fórum Internacional Rio Cidade Criativa (2010 e 2011- MAM-RJ). Possui Bacharelado em Dança pela SUNY-NY, CMA pelo Laban Institute-NYC e Mestrado em Ciências pela Ken Blanchard School of Business/GCU, com foco em "Gestão de Transformações Culturais em Organizações, Bairros e Cidades". É autora de Movimento Expressivo, Corpo-Espaço e Laban Lead: Liderança como Arte e organizadora do livro "Rio Cidade Criativa: Cultura como Quarto Pilar do Desenvolvimento".
15:40 Debate com o público
16:00 Lançamento do Livro "Rio Cidade Criativa: Cultura como Quarto Pilar do Desenvolvimento", organizado por Regina Miranda.

MARKETPLACE E EXPO CRIATIVA
16h às 19h

- Sibite: site de crossfunding
Sibite é a primeira rede social de crossfunding do Brasil: viabilizamos projetos através do sistema colaborativo de investimentos de pessoas física e jurídica. Além de você ter um perfil com seus dados pessoais e informações sobre os seus investimentos e projetos hospedados no site, é possível interagir como nas redes de relacionamento. Bem vindos a Era do crossfunding, onde empresas e pessoas voam juntas para criar cultura. O grande diferencial do SIBITE é transformar idéias criativas em negócios rentáveis. Não somos, apenas, uma plataforma de investimento coletivo. Aqui todos os projetos são incubados, desenvolvidos e acompanhados pela nossa equipe executiva, com manuais de viralização, planejamento de comunicação e um departamento comercial. Levamos sua ideia a grandes marcas aumentando suas chances de ter sucesso. Seja um SIBITE e faça suas ideias voarem.

- Selo Musical Embolacha
E se você tivesse uma ideia que se realizasse com o apoio dos seus fãs? E se você ajudasse o seu artista preferido a conseguir isso? Faça a música acontecer! Artistas e público realizando ideias. A Embolacha acredita em um conceito muito simples: grupos de pessoas colaborando com pequenas quantias podem juntar dinheiro suficiente para transformar qualquer ideia em realidade. Essa é uma ferramenta de financiamento colaborativo que abre espaço para uma nova relação entre artistas e público. Com ela o artista faz seus projetos em música através da contribuição direta do público. Para o público é a chance de participar ativamente, decidir quais ideias terão sucesso e receber recompensas criativas e exclusivas, que só quem ajudou vai ter acesso. Juntas, pessoas diferentes podem reinventar o cenário musical, compartilhar experiências únicas e ir cada vez mais longe. Comece agora!


WORKSHOPS CRIATIVOS

13h SALA 3 - Oficina de bonecos de massinha
A ANIMASSINHA é uma oficina de animação stop motion com massinha de modelar para crianças que, de forma lúdica, apresenta uma primeira abordagem ao audiovisual. Com alguns dos princípios básicos da animação quadro a quadro, as crianças poderão vivenciar o processo ao dar movimento e fotografar os bonecos que serão confeccionados no local.

14h SALA 2 – Oficina Anima Mundi de Animação
Anima Mundi, ao logo de seus vinte anos, vem difundindo o cinema de animação não só como linguagem e mercado, mas como um poderoso instrumento de integração social. Como exemplo desenvolveu ferramentas e métodos que possibilitam o uso instantâneo e facilitador da linguagem da animação, tornando possível o seu uso em atividades de expressão artística.A linguagem da animação atinge às crianças e jovens com um enorme impacto, sendo que as oportunidades destas crianças e jovens se exprimirem nesta linguagem ainda são diminutas, independente do nível social. .Nossa proposta é levar oficinas de animação a diversos locais, não só para formar público, como proporcionar-lhes esta ferramenta e iniciá-los nesta arte hoje utilizada em todas as plataformas disponíveis com o avanço da tecnologia. O método desenvolvido trabalha com o conceito de “animação espontânea”, cuja metodologia comprova que a capacidade de se expressar por imagens em movimento é uma faculdade natural de todo ser humano, desde que lhe seja possível se apropriar das devidas ferramentas tecnológicas para este fim. Nesta ocasião, o Anima Mundi apresentará a oficina de massinha onde pequenos grupos de participantes criam roteiros e personagens que são modelados em massinha e animados na hora.

15h SALA 1 - Oficina Audiovisual com Batman Zavareze
CRIANDO SUAS PROPRIAS IMAGENS, VIDEO OU FOTO, COM QUALIDADE

Hoje, com os recursos e dispositivos móveis, temos computadores e câmeras de vídeo e foto, em nossos bolsos. Todo mundo é câmera man ou fotógrafo, mas pouco nos educamos para este momento. Como fazê-lo com melhor qualidade? Dicas simples para olhar e produzir o mundo visual com mais critica e compreensão. Por que o médico, o bombeiro, o padeiro, o advogado e até mesmo o fotografo poderiam ser melhores produtores de imagens? A ideia é discutir, cada um com sua camera, com seu celular-camera e mostrar para cada uma das pessoas que estiverem presente como podemos produzir melhor. A oficina vai mostrar uma breve linha do tempo sobre a revolução digital que estamos vivendo e como devemos armazenar nossa memória ou teremos em breve um apagão visual em breve, comparado ao século da fotografia, do cinema e do livro que contou uma história de imagens que nos ajudaram a ser o que somos .

Realização: Sebrae e Prefeitura de Três Rios, através da Secretaria de Cultura e Turismo
Curadoria e produção: Nuvem Criativa
Assessoria de Comunicação: Julia Ryff – juliaryff@gmail.com – 21 9328 4771

11.12.12

"Uma noite em New York", Ballet Emília Vasconcelos

Depois de cantar no lançamento do livro "O Pulso de Clio..." no Museu da Gente Sergipana em Aracaju, YGO é um dos convidados do espetáculo do Ballet Emília Vasconcelos.

 Como será essa participação?

Até agora, ninguém sabe...
A diretora achou melhor não revelar.

14, 15, 16 de Dezembro de 2012 - 19h.
Teatro Gustavo Leite
Maceió, Alagoas, Brazil


 
Na página do Facebook tem promoção para concorrer a ingressos
https://www.facebook.com/emiliavasconcelosballet